terça-feira, 15 de novembro de 2016

Verdades do Tempo



Essa é uma canção de amor
Veja onde esta o seu coração
Coloque-o na palma da mão
É preciso ofertar
O amor mais sincero
O sorriso mais puro e o olhar mais fraterno
O mundo precisa
Saber a verdade
Passado não volta, futuro não temos e o hoje não acabou
Por isso ame mais, abrace mais
Pois não sabemos quanto tempo temos pra respirar
Fale mais, ouça mais
Vale a pena lembrar que a vida é curta demais...

https://www.youtube.com/watch?v=Ilg58OE3i3M

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Minha Essência



Vim até aqui
Derramar o meu passado em Ti
Vim banhar os pés quem andaram por aí
Sem carinho receber

Hoje estou aqui
Não porque mereço, eu sei
Pois Tu sabes por onde eu andei
Conheces bem o meu perfume

Mas Tu sabes também
Que o meu choro é sincero porém
Não tenho nada a oferecer, meu Senhor
Mas Te dou a minha vida

É tudo que tenho
Recebe o meu nada
Refaz a morada
Habita em mim

Me pega em Teu colo
Me acalma em Teu peito
Sou Teu sou eleito
E a minha essência é exalar Teu cheiro.

https://www.youtube.com/watch?v=bklas0_vUg4

domingo, 16 de outubro de 2016

Pode o céu ser tão Longe?



Vesti a luz do teu nome
E chamei-te pela noite,
Entraste no meu sono
Como o luar entra na fonte.
Trazes estórias e proezas
Dizes que tens tanto pr’a me dar,
Deixas sombras, incertezas,
E partes sem nunca me levar.

E de repente
Um mar sozinho,
Ninguém na margem
Ninguém no caminho,
Tão frio.
E o teu beijo
Mata-me a distância,
Ninguém tão perto
Pode o que o beijo alcança,
E o meu corpo chora
Quando o teu vai embora,
Porque o teu mundo

É tão longe,
Tão longe,
Pode o céu ser tão longe.
Tão longe,
Tão longe,
Se a tua voz vive em mim.

Vesti a luz do teu nome
E chamei-te pela noite,
Entraste no meu sono
Como o luar entra na fonte.
Trazes estórias e proezas
Dizes que tens tanto pr’a me dar,
Deixas sombras, incertezas,
E partes sem nunca me levar.

E de repente
Um mar sozinho,
Ninguém na margem
Ninguém no caminho,
Tão frio.
E o teu beijo
Mata-me a distância,
Ninguém tão perto
Pode o que o beijo alcança,
E o meu corpo chora
Quando o teu vai embora,
Porque o teu mundo

É tão longe,
Tão longe,
Pode o céu ser tão longe.
Tão longe,
Tão longe,
Se a tua voz vive em mim.

Há um deserto que fica,
Sou um capitão sem barco,
E quando vens pela bruma
Acendem-se estrelas no quarto.
E dizes:
“Trago a luz das sereias,
Trago o canto da tempestade”.
E como o vento na areia
Deitas-te em mim feita metade.

E de repente
Um mar sozinho,
Ninguém na margem
Ninguém no caminho,
Tão frio.
E o teu beijo
Mata-me a distância
Ninguém tão perto
Pode o que o beijo alcança,
E o meu corpo chora
Quando o teu vai embora,
Porque o teu mundo

É tão longe,
Tão longe
Pode o céu ser tão longe.
Tão longe,
Tão longe
Se a tua voz vive em mim.


Sou fã do Pedro Abrunhosa agora, depois de Portugal... uma voz maravilhosa...


https://youtu.be/NG0SW5mSFCw

sábado, 7 de maio de 2016

Mamãe, Mamãe



Mamãe

Ela é a dona de tudo,
Ela é a rainha do lar,
Ela vale mais para mim,
Que o céu, que a terra, que o mar,
Ela é a palavra mais linda,
Que um dia o poeta escreveu,
Ela é o tesouro que o pobre,
Das mãos do senhor recebeu,
Mamãe, mamãe, mamãe,
Tu és a razão dos meus dias,
Tu és feita de amor e esperança,
Ai, ai, mamãe,
Eu te lembro chinelo na mão,
O avental todo sujo de ovo,
Se eu pudesse,
Eu queria outra vez mamãe,
Começar tudo, tudo de novo
Parte superior do formulário
Parte inferior do formulário

https://youtu.be/RFz-06rUfYk

domingo, 3 de abril de 2016

Deixa a Luz do Céu Entrar



Deixa A Luz Do Céu Entrar 

Tú anseias, eu bem sei, por salvação, tens desejo de
banir a escuridão abre, pois de par em par teu coração e
deixa a luz do céu entrar 

Deixa a luz do céu entrar ( deixa a luz céu entrar )
Deixa a luz do céu entrar ( deixa a luz céu entrar ) abre bem as portas do teu coração e deixa a luz do céu entrar

Cristo a luz do céu, em ti quer habitar para as trevas
do pecado dissipar, teu caminho e coração iluminar e
deixa a luz do céu entrar 

Deixa a luz do céu entrar ( deixa a luz céu entrar )
Deixa a luz do céu entrar ( deixa a luz céu entrar ) abre bem as portas do teu coração e deixa a luz do céu entrar

Que alegria andar ao brilho dessa luz vida eterna e
paz no coração produz Oh! Aceita agora o salvador Jesus e deixa a luz do céu entrar 

Deixa a luz do céu entrar ( deixa a luz céu entrar )
Deixa a luz do céu entrar ( deixa a luz céu entrar ) abre bem as portas do teu coração e deixa a luz do céu entrar


https://youtu.be/Hooe9Nn-bRs

domingo, 27 de março de 2016

O Senhor Ressurgiu! Aleluia!



O Senhor Ressurgiu
CNBB
 

O Senhor ressurgiu, aleluia, aleluia!
É o Cordeiro Pascal, aleluia, aleluia!
Imolado por nós, aleluia, aleluia!
É o Cristo, o Senhor, ele vive e venceu, aleluia!

1. O Cristo, Senhor ressuscitou
A nossa esperança realizou
Vencida a morte para sempre
Triunfa a vida eternamente!

2. O Cristo remiu a seus irmãos
Ao Pai os conduziu por sua mão
No Espírito Santo unida esteja
A família de Deus, que é a Igreja!

3. O Cristo, nossa Páscoa, se imolou
Seu sangue da morte nos livrou
Incólumes o mar atravessamos
E à Terra prometida caminhamos!

https://youtu.be/8IgX1AtkkkE

sábado, 26 de março de 2016

Humano Demais



Eu fico tentando compreender
O que nos Teus olhos pôde ver
Aquela mulher na multidão
Que já condenada acreditou
Que ainda havia o que fazer
Que ainda restara algum valor
E ao se prender em Teu olhar
Por certo haveria de vencer
E assim fizeste a vida
Retornar aos olhos dela 
E quem antes condenava
Se percebe pecador
Teu amor desconcertante
Força que conserta o mundo
Eu confesso não saber compreender

Sou humano demais pra compreender
Humano demais pra entender
Este jeito que escolheste de amar, quem não merece
Sou humano demais pra compreender
Humano demais pra entender, que aqueles que escolheste
E tomaste pela mão geralmente eu não os quero do meu lado

Eu fico surpreso ao ver-te assim
Trocando os santos por Zaqueu
E tantos doutores por Simão
Alguns sacerdotes por Mateus
E, mesmo na cruz, em meio à dor
Um gesto revela quem Tu és
Te tornas amigo do ladrão
Só pra lhe roubar o coração
E assim foste o contrário,
O avesso do avesso
E por mais que eu me esforce
Não sei bem se Te conheço
Tu enxergas o profundo
Eu insisto em ver a margem
Quando vês o coração
Eu vejo a imagem

Sou humano demais pra compreender
Humano demais pra entender
Este jeito que escolheste de amar, quem não merece
Sou humano demais pra compreender
Humano demais pra entender, que aqueles que escolheste
E tomaste pela mão geralmente eu não os quero do meu lado

Link: http://www.vagalume.com.br/fabio-de-melo/humano-demais.html#ixzz442GNktla

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

4 anos do blog



"Minha alma tem o peso da luz. 
Tem o peso da música
Tem o peso da palavra nunca dita, prestes quem sabe a ser dita. 
Tem o peso de uma lembrança. 
Tem o peso de uma saudade. 
Tem o peso de um olhar. 
Pesa como pesa uma ausência.
 E a lágrima que não se chorou. 
Tem o imaterial peso da solidão no meio de outros."
(Clarice Lispector)

Obrigada pelo carinho aos que passam por aqui nestes 4 anos...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...